Associados

Sócios Fundadores

Andrea Kaiser - Foto: João Caldas

Andrea Kaiser

Soprano. Mestre em Música pela Universidade de São Paulo e diplomada em ópera performance na “Hochschule für Musik und Darstellende Kunst” de Viena. Tem se apresentado em concertos no Brasil, Alemanha, Áustria, Bélgica, Escócia e França. Com patrocínio do "Prêmio Petrobrás Música" lançou em 2006, juntamente com o percussionista Joaquim Abreu, o CD "Materiales" - Música Contemporânea Brasileira para Soprano e Grupo de Percussão. Como colaboradora da alaudista Carin Zwilling (com quem forma o duo “As you like it”) lançou, em 2011, o livro “William Shakespeare – Canções Originais de Cena” pela editora Anablume. Tem se apresentado também com a pianista Dana Radu. É professora da Escola Municipal de Música de SP e da Escola de Arte Dramática (EAD/ECA/USP).

Antonio Ribeiro - Foto:João Caldas

Antonio Ribeiro

Compositor, professor. Estudou composição com O. Lacerda e foi o último aluno de C. Guarnieri. É formado em piano pela Escola Municipal de Música de São Paulo (classe de Sônia Albano) e em Composição e Regência na UNESP (classe de Flo Menezes). Frequentou masterclasses com P. Boulez, H. Górecki, H. U. Humpert e outros. Tem se destacado dentre os compositores de sua geração e sua música é frequentemente executada no Brasil e no exterior. Possui mais de 150 títulos compostos: peças para orquestra, coro, câmara, canções e numerosa obra para piano. Recebeu o prêmio de “Melhor Obra Vocal” na XVIII edição da Bienal de Música Contemporânea Brasileira. Em 2011 apresentou o programa Música Didática na Rádio Cultura e hoje é professor na EMM de São Paulo e na Faculdade Cantareira, além de Assessor Pedagógico do Conservatório de Tatuí.

Heloisa Petri - Foto: João Caldas

Heloisa Petri

Soprano. Realizou seus estudos musicais no Conservatório Nacional do Rio de Janeiro e frequentou os cursos livres do Seminário de Música da Pró-Arte de São Paulo. Foi aluna de Ulla Wolf e do maestro Conrad Bernhardt. Com carreira pautada na música antiga e contemporânea, é uma das principais divulgadoras da música vocal brasileira. Atua em oratórios, cantatas, missas, óperas barrocas e música de câmara. Apresenta-se nos principais festivais brasileiros como o Festival de Campos de Jordão e o Festival de Música Nova, estreando obras de compositores nacionais e estrangeiros. Pertenceu ao Coral Paulistano por vinte e cinco anos. Integra o grupo Barroco & Companhia. É professora de técnica vocal e canto.

Joaquim Abreu - Foto:Carlos Nasc
imbeni

Joaquim Abreu

Percussionista. Diplomado no Conservatório Nacional da Região de Strasbourg, França. Desde 1987, dedica-se à música de câmara e à difusão do repertório contemporâneo brasileiro. Com o Duo Diálogos de percussão apresentou-se no Carnegie Hall, em Nova York, na Rádio France, em Paris, no Grand Théatre de Genebra, na Radio Bremen e no Festival de Campos de Jordão. Com o Materiales Ensemble, duo para voz e percussão com a soprano Andrea Kaiser, recebeu o "Diapasão de Ouro" em 1996, pelo CD Materiales. Com o clarinetista Paulo Passos realizou mais de cem recitais em todo país. Mais de trinta renomados compositores brasileiros dedicaram obras à Joaquim Abreu. Ao longo de vinte anos, lecionou percussão e música de câmara na Escola Municipal de Música de São Paulo. É proprietário do Estúdio dos Lagos, dedicando-se à pesquisa e ao registro da produção contemporânea brasileira.

José Antonio Soares - Foto:Divulgação

José Antonio Soares

Barítono. Atua como solista em óperas, obras sacras e profanas, junto a maestros brasileiros e estrangeiros. Graduado em História pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, dedica-se à pesquisa e à divulgação da música de câmara canadense.

imagem - Foto:Divulgação

José Augusto Mannis

Compositor, performer eletroacústico, pesquisador em documentação musical e engenheiro de som. Estudou no Instituto de Artes daUNESP, com Conrado Silva e Michel Phillipot. Cursou também engenharia eletrônica, de 1975 a 1980, na FEI. De 1981 a 1983, estudou composição de música eletroacústica, com Guy Reibel, no Conservatório Superior de Música de Paris. Concluiu mestrado na Sorbonne (Paris VIII), sob a orientação de Daniel Charles. Coordena na Unicamp a seção brasileira do Centro de Documentação de Música Contemporânea, CDMC, órgão cuja sede principal fica em Paris. É professor do Departamento de Música do Instituto de Artes da Unicamp. Suas composições abrangem os mais variados gêneros: música instrumental, eletroacústica, trilhas para vídeo, cinema, teatro, criações radiofônicas e instalações multimeios. Criou o MUSICON - Guia da Música Contemporânea Brasileira, edição impressa e on-line distribuída internacionalmente.

Paulo Porto Alegre - Foto:João Caldas

Paulo Porto Alegre

Violonista, compositor. Estudou violão com Isaias Sávio, Henrique Pinto e Abel Carlevaro e composição com Sérgio Vasconcelos Correia, H. J. Koellreutter e foi orientado por Ra;damés Gnattali. Recebeu prêmios de interpretação e composição em diversos concursos internacionais. Apresentou-se como solista e camerista no Brasil, EUA, Canadá, França, Alemanha e China. Reconhecido como um dos mais importantes violonistas brasileiros da atualidade, tem se destacado pelo ecletismo de seu repertório, que vai dos clássicos à música contemporânea, da música popular brasileira ao Jazz. Atualmente, é professor de violão na Escola Municipal de Música e na Escola de Música do Estado de São Paulo.

Rogério Wolf - Foto:Divulgação

Rogério Wolf

Flautista. Graduado pela Faculdade Santa Marcelina. Estudou com Renato Axelrud e Jean-Noel Saghaard. Participou de cursos e master classes ministrados por James Galway, James Walker, András Adorjan, Pierre-Yves Artaud e Jeanne Baxtresser Atuou por mais de 25 anos como primeira flauta das melhores orquestras do país como a OSESP (1981-2001) e a OSB (2003-2006). Apresentou-se como solista na Eslovênia, Alemanha, Finlândia, Rússia, Estados Unidos, Paraguai, Costa Rica, Argentina e Brasil. Como professor, ministrou aulas e master classes no Conservatório Superior de Genebra, La Chaux-des-Fonds, University of Iowa e Southern Mississipi University.É Professor na Faculdade Cantareira–SP e no Instituto Baccarelli-SP. Presidente da Associação Brasileira de Flautistas-ABRAF.

Rosana Civile - Foto:João Caldas

Rosana Civile

Pianista

Pianista. Graduada pela Universidade de São Paulo. Foi aluna de Caio Pagano, Beatriz Román, Daisy De Luca e Macello Mechetti. Frequentou masterclasses no Brasil, Itália e Espanha. Atua como solista, camerista e recitalista nas principais salas de concerto do Brasil. Apresentou-se em recitais solo na França, Suiça, Bélgica e Alemanha. É pianista do Theatro Mvnicipal de São Paulo e professora da Escola Municipal de Música. Idealizadora do Núcleo Hespérides – Música das Américas, ocupou o cargo de presidente durante os primeiros dez anos.



Sócios Beneméritos

Aylton Escobar - Foto:Maristela

Aylton Escobar

Compositor, regente e professor paulistano de nascimento. Aluno de Camargo Guarnieri; em regência, foi orientado por Alceo Bocchino e Francisco Mignone. Bolsista do Governo Brasileiro realizou trabalhos e estudos na Universidade de Columbia, Nova York, sob a orientação dos compositores Vladimir Ussachevsky e Mário Davidovsky. Com obras divulgadas no Brasil e no exterior, é detentor do Prêmio Molière de Teatro, Melhor Música no Festival de Cinema Curta Metragem, da Venezuela. Suas composições, estreadas ou apresentadas em festivais internacionais de Música Contemporânea da Europa, são publicadas por editoras nacionais, norte-americanas e alemãs. Premiado pela Associação Paulista dos Críticos de Arte, mais o Prêmio Governador do Estado de São Paulo, também pelos Festivais de Coros na Espanha e Áustria. É membro da Academia Brasileira de Música; figura entre os verbetes de importantes enciclopédias e é tema de dissertações e teses acadêmicas. Foi regente titular de importantes Orquestras Sinfônicas brasileiras, diretor da Universidade Livre de Música e dos Festivais Internacionais de Inverno de Campos do Jordão (1993-97). Em Karlsruhe, Alemanha (setembro/2013), realizou importantes trabalhos relacionados à Música de Câmara brasileira. Professor Doutor pela Universidade de São Paulo, agora aposentado, por mais de duas décadas ministrou classes de composição e regência no Departamento de Música da ECA/-USP. Novamente laureado pela APCA, foi honrado com o Grande Prêmio da Crítica, em 2013. Em 2015, participou do Festival de Inverno de Campos do Jordão como Compositor em residência.

Flo Menezes - Foto:Divulgação

Flo Menezes

Estudou Composição na Universidade de São Paulo (USP) com Willy Corrêa de Oliveira. Doutorou-se em 1992, com bolsa do CNPq, pela Universidade de Liège (Bélgica), sob orientação de Henri Pousseur, com tese sobre as origens da música eletroacústica, a obra do compositor italiano Luciano Berio e suas relações com a fonologia estrutural (segundo a ótica de Roman Jakobson). Em 1997, já de volta ao Brasil, realiza sua Livre-Docência, tornando-se um dos mais jovens Livre-Docentes da história da Unesp (Universidade Estadual Paulista), e o primeiro na área da Composição Eletroacústica no país, com tese sobre a Atualidade Estética da Música Eletroacústica, publicada pela Editora da Unesp como obra selecionada pela editora para publicação de trabalhos de docentes daquela Universidade. Em maio de 2011, torna-se um dos mais jovens Professores Titulares da Unesp.

Gilberto Mendes - Foto:Divulgação

Gilberto Mendes

(in memoriam)

Compositor, professor universitário, conferencista, colaborador das principais revistas e jornais brasileiros. Doutor pela Universidade de São Paulo, onde lecionou no Departamento de Música da Escola de Comunicações e Artes até se aposentar. Iniciou seus estudos de música aos 18 anos, no Conservatório Musical de Santos, com Savino de Benedictis e Antonieta Rudge. Praticamente autodidata em composição, compôs sob orientação de Cláudio Santoro e Olivier Toni, e frequentou o Ferienkurse fuer Neue Musik de Darmstadt, Alemanha, em 1962 e 1968. Foi fundador (1962), diretor artístico e programador do Festival Música Nova de Santos, o mais antigo em seu gênero em toda a América. Como professor convidado e composer in residence, deu aulas na Universidade de Wisconsin-Milwauke (Estados Unidos) na qualidade de University Artist 78/79 e Tinker Visiting Professor. Um dos pioneiros da música concreta no Brasil, foi um dos signatários do Manifesto Música Nova, publicado pela revista de arte de vanguarda Invenção, de 1963. Foi porta-voz da poesia concreta paulista. Um dos pioneiros no Brasil no campo da música concreta, da música aleatória, da música serial integral, mixed media, experimentando ainda novos grafismos, novos materiais sonoros e a incorporação da ação musical à composição, do happening.

Kilza Setti - Foto:Divulgação

Kilza Setti

Compositora, pesquisadora, etnomusicóloga, professora. Doutora em Antropologia Social (FFLCH/ USP), graduação em piano (CDMSP). Membro da Academia Brasileira de Música, ICTM (NY), ANPPOM, ABET. Estudou com Camargo Guarnieri. Foi bolsista da Fundação Gulbenkian. Em seu catálogo de obras constam 130 obras (câmara, coral, orquestra),10 peças premiadas em Concursos Nacionais de Composição. Participação nas Bienais de Música Brasileira, RJ e Apollon Stiftung, Alemanha. Obras utilizadas como temas de doutorado na Boston University, Indiana University, Unicamp, USP e UFU. Pesquisas e trabalhos (antropologia da música), em aldeias portuguesas, entre povos caiçaras (SP), povos Guarani-Mbyá (SP) e indígenas das etnias Timbira (TO e MA). Colaborou na implantação da pós- graduação em Etnomusicologia, docente convidada na Escola de Música da UFBA. Livros e artigos publicados no Brasil e no exterior. Consultora em Educação Musical Diferenciada do Centro de Trabalho Indigenista (MEC//FUNAI). Docente nos cursos de graduação em Etnomusicologia (FASM e CMBP) e da pós graduação em Antropologia da Música (FFLCH/ USP).

Lutero Rodrigues - Foto:Divulgação

Lutero Rodrigues

Regente, pesquisador, professor universitário. Membro da Academia Brasileira de Música. Professor Doutor do Departamento de Música do Instituto de Artes da UNESP. Como regente, prioriza a pesquisa, divulgação e interpretação do repertório brasileiro. Já dirigiu mais de 600 obras de autores brasileiros, cerca de 130 delas em estreia mundial. Concluiu o curso de regência na Universidade de São Paulo/USP, em 1980. Nos três anos seguintes, continuou seus estudos na Escola Superior de Música de Detmold, Alemanha, sob a orientação de Martin Stephani. Durante este período, estudou também com Sergiu Celibidache. Atuou como regente coral, à frente de vários grupos, destacando-se o Madrigal Klaus-Dieter Wolff, prêmio APCA de melhor coral do ano de 1980. Desenvolveu intenso trabalho voltado à formação de músicos, como regente da Orquestra Sinfônica Jovem do Conservatório de Tatuí (1985-1987) e Orquestra Sinfônica Juvenil do Litoral (1984-1991). Ao mesmo tempo, durante 12 anos, foi regente da Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba (1986-1998), com a qual realizou diversas turnês nacionais e internacionais. Em 1992, à frente da Orquestra Sinfônica da Paraíba, atuou como regente titular e diretor artístico, funções que exerceu ainda na Orquestra de Câmara Theatro São Pedro, de Porto Alegre (1996-2003). Dirigiu eventos, cursos e festivais de música, destacando-se o Festival de Inverno de Campos do Jordão, do qual foi diretor artístico durante quatro anos (1987-1990), e as Oficinas de Música de Curitiba. De 1998 a 2005, foi regente da Sinfonia Cultura - Orquestra da Rádio e TV Cultura de São Paulo, tornando-se também, a partir de 1999, seu coordenador musical. Como regente convidado, já dirigiu as principais orquestras brasileiras e atuou também no exterior: Alemanha, Costa Rica, México, Espanha e Dinamarca.

Rodolfo Civile Filho - Foto:Divulgação

Rodolfo Civile Filho

Engenheiro Civil. Com MBA em Gestão de Empresas pela FGV, é especialista em Gestão de Projetos, certificado pelo Project Management Institute (USA). Trabalhou como consultor em diversos projetos internacionais de grande porte no Brasil, China, Índia, Argentina, Colômbia e França. Atualmente é Diretor de Portfólio de Projetos do grupo Saint-Gobain no Brasil. Responsável pela estruturação jurídica e pela manutenção financeira da Associação Hespérides, durante os primeiros cinco anos.

Samuel Kerr - Foto:Divulgação

Samuel Kerr

Tem conduzido sua carreira musical ao som da voz cantada, seja como regente, arranjador, organista ou professor. Dentre seus trabalhos corais estão os realizados à frente do Coral Paulistano do Teatro Municipal de São Paulo, Coral da Unesp, por ele criado, Cia Coral, Associação Coral Cantum Nobile, Coral dos Estudantes de Medicina da Santa Casa de São Paulo, Madrigal Psichopharmacom e muitos movimentos corais por ele liderados. Foi também Diretor da Escola Municipal de Música de São Paulo, Regente da Orquestra Sinfônica Jovem Municipal de São Paulo e Professor do Instituto de Artes da Unesp. Atualmente tem participado dos Painéis Funarte de Regência Coral.

Willy Corrêa de Oliveira - Foto:Divulgação

Willy Corrêa de Oliveira

Nasci no Recife em 1938. Estranha profecia (desde a entranha de minha consciência -ainda em formação- na infância) asseverou que eu teria que ser músico. Aceitei sem duvidar, sem hesitar: por mais de 65 anos, estudo *, trabalho, reflito incessantemente para conseguir escrever as músicas sem as quais morreria, e, isto, em um mundo refratário a qualquer arte que não se submeta às regras do jogo (e do jugo) do hediondo capitalismo (imperialista, golpista).

Willy Corrêa de Oliveira
São Paulo, dezembro de 2016.

* Por volta dos 20 anos, muito me auxiliaram: Olivier Toni, Henri Pousseur, Gastão Frazão.



Sócios Efetivos

Adelia Issa - Foto:Carlos Nascimbeni

Adélia Issa

Soprano. Apresenta-se no Brasil e exterior em óperas, concertos sinfônicos e recitais com obras de todas as épocas e estilos. Atuou nas óperas Un Ballo in Maschera de Verdi, ao lado do tenor Carlo Bergonzi, e Carmen de Bizet, com Plácido Domingo. Foi solista em primeiras audições de obras de Camargo Guarnieri, Francisco Mignone, Gilberto Mendes, e no Requiem de Cláudio Santoro, com regência do compositor.

Ademir Costa -  Foto:Divulgação

Ademir Costa

Barítono. Formado em piano pela Fundação das Artes de São Caetano do Sul, foi aluno de Ulisses de Castro, Luciana Sayuri e Marisa Lacorte. Graduou-se no curso de música pela Universidade Cruzeiro do Sul. Cantou o papel de Gaudenzio na ópera “Il Signor Bruschino” de Rossini, Jake, na ópera Porgy and Bess e Comte Capulet na ópera Romeo et Juliette, de Gounod. Participou como solista da obra The World of the Spirit, de B. Britten, realizada no Teatro Municipal de São Paulo. Estudou canto com Carmo Barbosa e masterclass com Nathalie Stutzmann. Atualmente, estuda sob a orientação de Caio Ferraz e Marília Vargas. Integra o Coral Paulistano do Teatro Municipal de São Paulo desde 2007.

Angela Volcov -  Foto:Carlos Nascimbeni

Angela Volcov

Pianista. Graduada pela Universidade de São Paulo. Recebeu prêmios em concursos: Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Jovens Instrumentistas do Brasil, Concurso de Música de Câmara da Faculdade Santa Marcelina (SP), “International Piano Duo Competition” (Tóquio/Japão) e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Foi solista com a Orquestra Sinfônica de Santo André, OSUSP e OSESP, entre outras, pianista da Orquestra Experimental de Repertório, Coordenadora da Sinfonia Cultura – Orquestra da Rádio e TV Cultura, e programadora e produtora da Rádio Cultura de São Paulo. Integra o corpo docente da Escola Municipal de Música de São Paulo.

Carlos Nascimbeni - Foto:Divulgação

Carlos Nascimbeni

Cineasta, Produtor. Atuou em televisão na área de dramaturgia e teleducação. Foi Diretor Geral do Telecurso 2000, da Fundação Roberto Marinho e Gerente de Produção na TV Cultura. Na Associação Hespérides colabora no setor de projetos, registros em audio e vídeo, produção e direção executiva.

Celso Delneri -  Foto:Divulgação

Celso Delneri

Violonista, Regente, Compositor, Professor, Pesquisador. Violonista e regente de coral e orquestra, muito atuante como intérprete, professor, arranjador e compositor. Professor de violão clássico, música de câmara, canto coral e matérias teóricas na Escola Municipal de Música de São Paulo de 1977 a 2012, aposentado depois de 35 anos de dedicação ao ensino de música. Lecionou nos conservatórios estaduais de música em Tatuí (SP) e Pouso Alegre (MG). Como docente, ministrou aulas nas faculdades de música FAAM-FIAM, Carlos Gomes e Universidade Cruzeiro do Sul. Obteve os títulos de Mestrado (2009) e Doutorado (2015) em Práticas Interpretativas no PPGMUS ECA-USP, sob orientação do Prof. Dr. Edelton Gloeden. Apresenta-se regularmente em recitais de violão solo, conjuntos de câmara e concertos em ambientes diversificados. Violonista convidado da Sinfonia Cultura, Orquestra Experimental de Repertório e Orquestra Municipal de São Paulo. Regente do Ensemble de Violões do Festival internacional “Leo Brouwer”, nas 4 edições (2008, 2009, 2011 e 2013).

Cinthia Zaccariotto - Foto:Divulgação

Cinthia Zaccariotto

Atriz, Cantora, Dramaturga, Diretora teatral, Produtora, Advogada. Atriz, cantora, dramaturga, diretora teatral e produtora. Iniciou sua carreira artística no renomado Teatro de Arena/SP nos anos de 1960. Educadora, dedicou-se por 22 anos à educação e arte-educação nas escolas Serelepe e Trampolim. Posteriormente, de 1999 a 2002 integrou o  Teatro Ágora/SP. É coordenadora de artes da Associação Interação Rede Social, e integra o Núcleo Teatral III Sinal da Cooperativa Paulista de Teatro, o qual fundou em  2007. É também advogada e mediadora de conflitos no judiciário.

Dana Radu - Foto:Alessandra Fratus

Dana Radu

Pianista. Natural da Romênia, formou-se como solista na Universidade de Música de Bucareste, com orientação dos professores Viniciu Moroianu e Viorica Radoi. Obteve a primeira colocação no Concurso de Música Romena de Bucareste (1993) e recebeu os Prêmios Ludmila Popisteanu e Olga Szel no concurso Mihail Jora (1997). Gravou diversos programas para a Rádio e TV de Bucareste e participou como professora e pianista de vários festivais, na Romênia e no Brasil. Desenvolve intensa atividade solo e camerística no Brasil, com um repertório que abrange compositores clássicos, música contemporânea e música brasileira. Gravou o CD Por toda a minha vida com Ana Valeria Poles e a Missa Orbis Factor de Aylton Escobar, junto ao Coro da OSESP. Com Emmanuele Baldini, gravou o CD Sonatas de Camargo Guarnieri (selo Bis), e o CD Cage +. Integrou a equipe musical do concurso Pré-Estreia da TV Cultura (2012 e 2013). Atualmente, atua como pianista da Fundação OSESP, integra o projeto Academia OSESP, como professora correpetidora e é professora da Escola Municipal de Música de São Paulo.

Daniel Murray - Foto:João Caldas

Daniel Murray

Violonista. Graduado pela Faculdade Santa Marcelina de São Paulo, Mestre em Técnicas Estendidas pela UniCamp. Foi premiado aos 15 anos no Concours Internacional de Guitarre de Tredéz – Locquemeau (França). Atua como solista e camerista no Brasil e no exterior. Integra o corpo docente da Escola Municipal de Música de São Paulo.

Edelton Gloeden - Foto:João Caldas

Edelton Gloeden

Violonista. Um dos mais destacados violonistas da atualidade. Apresenta-se regularmente nos EUA, Europa e Brasil, em recitais solo, com grupos de câmara e em concertos com orquestras. É professor do Departamento de Música da ECA-USP. Em 2001, recebeu o Prêmio Carlos Gomes, na categoria "solista instrumental".

Eliane Tokeshi - Foto:Divulgação

Eliane Tokeshi

Violinista. Graduada pela UNESP, seguiu estudos na Boston University (mestrado) e Northwestern University (doutorado), EUA. Recebeu diversos prêmios: primeiro lugar nos concursos “Jovens Instrumentistas do Brasil”, “Jovens Estímulos do Estado de São Paulo”, “Jovens Solistas da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo” e no Concurso de Solistas da Northwestern University. Atua como solista e camerista, realizando destacado trabalho voltado à divulgação do repertório brasileiro e contemporâneo. Gravou a obra para violino e piano de César Guerra-Peixe. Foi professora de violino e música de câmara da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atualmente, é professora de violino da Universidade de São Paulo.

Fabia Ricci - Foto:Divulgação

Fabia Ricci

Compositora e professora. Graduada pela Universidade de São Paulo. Foi aluna de H. J. Koellreutter. Especializou-se em Composição com Franco Donatoni, na Itália e em Pedagogia Musical com Encarnación Lopez Arenosa, na Espanha. Trabalhou em várias instituições européias. Suas obras foram executadas no Brasil, Alemanha, Itália, França e Espanha. Em 2010 estreou a obra “Gigio’sFlight” em Berlim e, em 2011, recebeu o Prêmio Funarte de Composição Clássica. Atualmente, leciona no Espaço Fabia Ricci, nas escolas BeitKids e Uni-Duni-Tê. Ministra palestras e workshops.

Ji Yon Shim - Foto:Divulgação

Ji Yon Shim

Violoncelista. Premiada, doutora em música pela University of Illinois, EUA. Obteve o Perfectionemen e o prêmio máximo Virtuosité pelo Con­servatório Superior de Genebra. Tem atuado como solista, spalla e concer­tino em várias orquestras dos EUA, Japão e Brasil. Exerce intensa ativi­dade como recitalista e camerista. Foi professora de violoncelo da Eastern Illinois University nos Es­tados Unidos, da UNESP e da Escola Municipal de Música em São Paulo e UNICAMP em Campinas. Atualmente é professora de violoncelo e de música de câmara nas Faculdades Integradas Cantareira em São Paulo.

Maria Emília Moura Campos - Foto:Divulgação

Maria Emília Moura Campos

Pianista. Estudou com Sebastian Benda, Gilberto Tinetti, Vera Astrachan. Fez pós-graduação “lato sensu” na Faculdade de Música Carlos Gomes. Obteve os prêmios de “Melhor Pianista Acompanhadora” no 3º Concurso para Instrumentos de Cordas da Pró-Arte de Juiz de Fora, e no 4º Concurso “A Canção Brasileira” do Centro de Música Brasileira. Foi pianista do Coral Lírico do Teatro Municipal de São Paulo e pianista co-repetidora da Escola Municipal de Música de São Paulo. Atualmente é professora de piano do Conservatório Municipal de Guarulhos e pianista co-repetidora da EMESP - Tom Jobim.

Maria Lúcia Waldow - Foto: Divulgação

Maria Lúcia Waldow

Mezzo-soprano. Mestre em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (PUC-SP), Bacharel em Canto (UNESP) e em Comunicação (FAAP), possui extensões em Fisiologia da Voz (INVOZ) e Análise Acústica da Voz (COGEAE-SP). Atuou diversas vezes na Europa (Itália, França e Croácia), com grupos vocais brasileiros, apresentando-se também como solista. Na ópera, estreou no papel de Karolka, na 1ª montagem brasileira de “Jenufa” (L. Janácek) sob regência de Ira Levin, no Theatro Municipal de São Paulo. Interpretou o Príncipe Orlofsky do “Morcego”, de J. Strauss, no Cena Aberta do TMSP, assim como diversos personagens nas “Vesperais Líricas” do TMSP, incluindo a interpretação do papel-título da ópera “Djamileh”, de Bizet. Como camerista, tem se apresentado em importantes salas e séries de concertos do país. Exerce atividade pedagógica na área de preparação e técnica vocal desde 1998 e integrou, por mais de doze anos o Coral paulistano do TMSP. Atualmente integra o corpo de professores da Escola Municipal de Música da FTMSP, o Grupo de Estudos sobre a Fala e atua como solista e camerista, com repertório que se estende do período barroco ao séc. XXI.

Marcos Thadeu

Marcos Thadeu

Tenor. Um dos mais importantes cantores brasileiros. Estudou com grandes mestres como Eladio Perez-Gonzales, Sonia Born, Maria de Lourdes Cruz-Lopes, Esther Scliar, Carlos Alberto Pinto Fonseca. Atuou sob a regência de maestros renomados, como Michel Corboz, Eleazar de Carvalho, John Neschling, Roberto Minczuk, Robert Shaw. Em Minas Gerais, desenvolveu importante atividade em regência coral, tendo sido finalista do concurso de coros do Jornal do Brasil, regendo o coral do Conservatório Lorenzo Fernandez da cidade de Montes Claros. Foi regente titular do Coral Lírico da Fundação Clovis Salgado do Palácio das Artes em Belo Horizonte. Atualmente, dirige o Coro Acadêmico e, desde 2001, é responsável pela preparação vocal dos Coros da OSESP.

Ricardo Ballestero - Foto:Divulgação

Ricardo Ballestero

Pianista. Professor Doutor da Universidade de São Paulo, atuou como professor na Universidade do Colorado-Boulder e realizou recitais, palestras e cursos sobre o repertório vocal de câmara nos EUA, na Itália, na Alemanha, na Espanha, em Portugal e no Brasil. Apresentou-se em recitais com cantores solistas do Metropolitan Opera, New York City Opera, Houston Grand Opera, Teatro Mariinsky e La Scala. Acompanhou aulas de figuras como Shirley Verrett, George Shirley, Ann Murray, Rudolf Piernay e François LeRoux e as master-classes de Grace Bumbry, Kiri Te Kanawa, Joyce DiDonato e János Starker. Ballestero completou o seu Doutorado em Colaboração Pianística e Música de Câmara na Universidade de Michigan. Estudou com dois dos mais renomados especialistas em colaboração pianística da atualidade, Martin Katz e Dalton Baldwin. 

Ricardo Kubala - Foto:Divulgação

Ricardo Kubala

Violista. Graduou-se pela Faculdade Santa Marcelina, aperfeiçoando-se na Academia da Filarmônica de Berlim (Alemanha), com bolsa de estudos patrocinada pela Sociedade Vitae, e na Escola Superior de Música de Karlsruhe (Alemanha), com bolsa de estudos dos governos alemão (DAAD) e brasileiro (CAPES). Obteve os títulos de Mestre e Doutor em Música na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Recebeu prêmios da APCA como integrante da Orquestra Solistas do Brasil e do Quarteto de Cordas de São José dos Campos. Com frequência leciona em festivais e ministra master classes em universidades. É um dos mais destacados vio;listas brasileiros, atuando regularmente como músico camerista e solista. Atualmente, é professor de viola do Instituto de Artes da UNESP.

Sandro Bodilon - Foto:Andréia Miguel

Sandro Bodilon

Barítono. Diplomou-se em canto pela Faculdade de Música Carlos Gomes. Estudou com os professores Regina de Boer, Edílson Costa, Jocelyne Gallo, Lenice Prioli, Carmo Barbosa e Caio Ferraz. Em ópera participou de inúmeras montagens como solista tendo se apresentado sob a regência dos mais renomados maestros brasileiros. Possui um amplo repertório camerístico que inclui canções de compositores e estilos diversos, com especial interesse na canção erudita brasileira. É integrante do Coral Lírico do Theatro Municipal de São Paulo e do grupo de música antiga Il Dolce Ballo. Sua dissertação de Mestrado, defendida em julho de 2015 na Universidade Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), tendo como orientadora a prof. Dra. Martha Herr, teve como tema a obra vocal do compositor Luciano Gallet.



Sócios Colaboradores

André Fabiano - Foto:Divulgação

André Fabiano

Flautista. Graduado em flauta transversal pela UNESP, onde recebeu a orientação de Sarah Hornsby. Foi aluno de Jean-Noël Saghaard e Rogério Wolf, na Escola Municipal de Música. Atuou entre 2010 a 2015 nas seguintes orquestras e grupos: Orquestra Sinfônica Jovem da EMM, Banda Sinfônica Jovem SP, Orquestra Jovem Tom Jobim, Orquestra Jovem de Guarulhos, Companhia Paulista de Música. Também atuou como flautista na peça infanto-juvenil Logun-Edé – uma pequena yorubópera, no Teatro Imprensa em 2011. Como solista participou do Panorama Savino de Benedictis – Vida e Obra realizado na Escola Municipal de Música e no Centro Cultural São Paulo (2011). Atualmente integra a Banda Lira de Diadema.

Douglas Lima - Foto:Divulgação

Douglas Lima

Flautista e cantor. Estudou na Escola Municipal de Música com os flautistas Jean-Noël Saghaard e Rogério Wolf e na Escola de Música do Estado de São Paulo com Sarah Hornsby, sua atual orientadora no curso superior de música da UNESP. Foi flautista da Orquestra Jovem de Guarulhos, da Banda Jovem do Estado de São Paulo (2007 e 2008) e da Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, com a qual participou de duas turnês na Alemanha (2011 e 2013). Em 2013, foi premiado no concurso jovens solistas da OSJESP, atuando em concerto na Sala São Paulo, transmitido pela Televisão Cultura. No mesmo ano, estudou flauta e pedagogia musical no Johannes Brahms Konservatorium de Hamburgo, Alemanha. Como cantor, integrou, em 2009, o Coral Jovem do Estado de São Paulo, sob a regência de Naomi Munakata. Prossegue os estudos de canto lírico com a professora Heloisa Petri.

Edneia de Oliveira - Foto:Divulgação

Edneia de Oliveira

em construção

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Vestibulum tortor quam, feugiat vitae, ultricies eget, tempor sit amet, ante. Donec eu libero sit amet quam egestas semper. Aenean ultricies mi vitae est. Mauris placerat eleifend leo. Quisque sit amet est et sapien ullamcorper pharetra. Vestibulum erat wisi, condimentum sed, commodo vitae, ornare sit amet, wisi. Aenean fermentum, elit eget tincidunt condimentum, eros ipsum rutrum orci, sagittis tempus lacus enim ac dui. Donec non enim in turpis pulvinar facilisis. Ut felis. Praesent dapibus, neque id cursus faucibus, tortor neque egestas augue, eu vulputate magna eros eu erat. Aliquam erat volutpat. Nam dui mi, tincidunt quis, accumsan porttitor, facilisis luctus, metus.

Edna D'Oliveira - Foto:Divulgação

Edna D'Oliveira

em construção

Pellentesque habitant morbi tristique senectus et netus et malesuada fames ac turpis egestas. Vestibulum tortor quam, feugiat vitae, ultricies eget, tempor sit amet, ante. Donec eu libero sit amet quam egestas semper. Aenean ultricies mi vitae est. Mauris placerat eleifend leo. Quisque sit amet est et sapien ullamcorper pharetra. Vestibulum erat wisi, condimentum sed, commodo vitae, ornare sit amet, wisi. Aenean fermentum, elit eget tincidunt condimentum, eros ipsum rutrum orci, sagittis tempus lacus enim ac dui. Donec non enim in turpis pulvinar facilisis. Ut felis. Praesent dapibus, neque id cursus faucibus, tortor neque egestas augue, eu vulputate magna eros eu erat. Aliquam erat volutpat. Nam dui mi, tincidunt quis, accumsan porttitor, facilisis luctus, metus.

Renato Figueiredo - Foto:Divulgação

Renato Figueiredo

Pianista. Bacharel, Licenciado e Mestre em Música pela USP (que lhe conferiu a “Láurea da excelência acadêmica”), pianista do Coral Paulistano do Teatro Municipal e professor de Piano da Escola Municipal de Música, foi também professor da Faculdade Cantareira, da FITO e do Conservatório Municipal de Guarulhos. Deve sua formação pianística a Elisa Capocchi e a Gilberto Tinetti. Nos EUA, aperfeiçoou-se com Robert Brownlee, na Universidade de Houston, e, em Nova Iorque, com Germán Diez (discípulo de Claudio Arrau). Aconselhou-se ainda com Badura-Skoda, Yara Bernette e Moura Castro, entre outros grandes mestres. Dos mais versáteis artistas brasileiros de sua geração, solista, camerista, pesquisador de música brasileira e contemporânea, realizou diversas primeiras audições no Brasil e em concertos na Europa. Sua intensa e prestigiada atividade pedagógica o têm conduzido ao júri de concursos e ao corpo docente de respeitados festivais de música no Brasil, Grécia e Itália.

Tatiana Longo Figueiredo - Foto:Divulgação

Tatiana Longo Figuieiredo

Com sete livros publicados na área de Literatura Brasileira, tem sua formação ligada à USP, com Pós-Doutorado e Especialização em Organização de arquivos pelo Instituto de Estudos Brasileiros, e Bacharelado, Licenciatura, Mestrado e Doutorado pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. É membro da Associação de Pesquisadores de Crítica Genética (APCG) e da Modernist Studies Association (MSA). Coordenou o processamento do Arquivo Otto Lara Resende, no Instituto Moreira Salles de São Paulo (e organizou o livro Três Ottos por Otto Lara Resende). Participou da pesquisa para os documentários Mário 360 graus e Piano e ganzá: o mundo musical de Mário de Andrade, produzidos para a TV Cultura. Desde 1993, é pesquisadora e participa de projetos ligados à organização do Arquivo Mário de Andrade no IEB-USP. Lançou Café, romance inédito desse escritor. Ao lado de Telê Ancona Lopez, estabeleceu o texto de Macunaíma, Poesias completas e O Turista Aprendiz, e estruturou a seleta São Paulo! comoção de minha vida.

Valdemir Silva - Foto:Divulgação

Valdemir Silva

Mestrando em Música pela Universidade Estadual Paulista - UNESP. Bacharel em Composição e Regência pela UNESP e em Educação Artística pela Faculdade Paulista de Artes - FPA. Atuou como Regente Assistente da Banda Municipal de Mauá. Vencedor do 1º Concurso Nacional de Arranjo para Banda Sinfônica Tatuí, SP (2000). Foi Professor Orientador do Grupo de Metais do Centro de Comunicações e Artes SENAC - SP. Pesquisa e desenvolve trabalhos na área de Educação Musical, Composição e Regência, tendo como base Banda e Fanfarra. Participa do Grupo de estudo e pesquisa em Educação Musical - UNESP/CNPq. É membro do Brasil Musicantes - Programa nacional de musicalização coletiva para crianças do ensino fundamental I. Efetua edição de partituras. Formata e implementa Projetos Sociais relacionados à Música. Foi Arquivista Musical da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo – OSESP e da Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP de 2001 a 2013. Ocupou o cargo de Assistente de Direção da Escola Municipal de Música de São Paulo - Fundação Theatro Municipal de São Paulo de 2013 a 2016. Atualmente é Gerente do Coral Paulistano Mário de Andrade da Fundação Theatro Municipal de São Paulo.